Olá! Tudo bem?

Solicite nosso Contato!

    Prazer !

    Para garantir um atendimento incrível, nos conte um pouco sobre o que você precisa.

    Maravilha

    Agora nos conte como prefere ser atendido.

    Informações para Contato

    preencha os campos a seguir.

    Anotado, tudo certo

    se houver mais algum detalhe importante preencha o campo abaixo, do contrário basta nos enviar sua solicitação :)

    A ansiedade e comportamento dos pais e/ou responsáveis podem influenciar o comportamento da criança no dentista?

    Blog Comportamento (1) - Blog BE Clinic Odontologia
    Blog Comportamento (1) - Blog BE Clinic Odontologia

    Ansiedade odontológica é definida como medo de visitar o dentista para cuidados preventivos ou terapêuticos. A causa mais óbvia de ansiedade é experiência anterior com tratamento odontológico com histórico traumático ou uma história de dor dentária. No caso das crianças, sabe-se, baseados em diversos e importantes estudos que todo o comportamento infantil, pode ser influenciado pelo ambiente, opiniões e comportamentos familiares. A formação de personalidade das crianças conta com muitos fatores influentes, mas o estilo de vida de seus parentes diretos é sem dúvida um dos maiores responsáveis.

    Sabendo disso, na vida odontológica não poderia ser diferente, a atmosfera emocional criada, a forma de abordar essa visita odontológica é fundamental para determinar o comportamento da criança neste ambiente.

    Nos casos dos pais com ansiedade odontológica, sabe-se quão importante faz-se a procura de superar esse problema, para que além de produzir um bem próprio, possa também ajudar as crianças nesse processo. Evitar transmitir esses sentimentos aos pequenos, por mais difícil que pareça, deve ser um esforço constante, utilizar palavras de encorajamento, criar uma atmosfera positiva para essa visita, tranquiliza muito esse momento, e cria outra realidade para essa introdução ao consultório odontológico.

    Muitos estudos mostram o quanto a ansiedade pode influencia inclusive no limiar de dor, ou seja, a ansiedade provoca o aumento da sensibilidade dolorosa, processo extremamente negativo para qualquer paciente.

    Então pais e ou responsáveis mantenham um bom relacionamento e  uma boa comunicação com o profissional de sua escolha, isso vai te ajudar não só em sua ansiedade odontológica, como também evitará o mesmo processo  para sua criança. Muitos meios e estratégias podem ser utilizadas para lidar com essas situações, confie, que o melhor será feito por vocês.

    por Dra. Renata Maria

    Compartilhe!

    Assine nossa Newsletter